Disfarçado de Zé Gotinha, Boulos invade solenidade no Planalto


BRASÍLIA – Durante a solenidade de lançamento da campanha de imunização contra o coronavírus, na tarde de hoje, o fato de o mascote Zé Droguinha ter ser recusado a apertar a mão do presidente Jair Bolsonaro chamou atenção.

O que não foi revelado pela imprensa golpista, no entanto, é que o tal mascote, na verdade, estava sendo incorporado por ninguém mais, ninguém menos que Guilherme Boulos.

“Muita gente gosta de dizer que eu não trabalho, mas isso é mentira. Faço até bico como Zé Gotinha e também sou membro da Carreta Furacão”, disse Boulos à nossa reportagem.

O psolista disse que não apertou a mão de Bolsonaro porque, minutos antes, o presidente havia ido ao banheiro urinar e saiu sem lavar as mãos.

“Vou bem pegar na rola alheia por correspondência?!”, indagou Boulos.

Deixe seu comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

<span>%d</span> bloggers like this: