Quarentena: brasileiro entra para o Guinness ao catalogar mais de 87 tipos de punhet@s


Apoie Joselito Müller. Clique AQUI

O estudante Jucicleiton José da Silva, da cidade de Cabrobó do Oeste, é o mais novo brasileiro a entrar para o Livro dos Recordes, também conhecido pelo nome de “Guinness Book”.

O brasileiro recebeu o reconhecimento por ter catalogado mais de oitenta e sete tipos de punheta.

A tarefa, segundo ele, realizada durante a quarentena, foi uma maneira, segundo ele, “de fugir do tédio”.

Jucicleiton afirma que, após divulgação de que teria o nome incluído no livro dos recordes, recebeu ligação de representantes da Organização Mundial de Saúde elogiando a iniciativa, já que, por conta das medidas de isolamento social, é recomendável substituir o sexo pelo famoso “cinco contra um”.

Eu já tava batendo tanta punheta, que já estava ficando entendiado, então decidi pesquisar outros tipos, para poder fugir da rotina”, explica.

Entre os tipos catalogados pelo estudante, estão a “punheta chapeuzinho”, que segundo ele era muito popular nas primeira décadas do século passado.

Essa se executa segurando a cabeça, como se fizesse um chapéu nela e movimentando os dedos pra cima e pra baixo”.

Além dessa, também foram catalogadas a “punheta antena de Opala”, “Punheta terceirizada” e a “Tira casaco, veste casaco”, que consiste, basicamente, em utilizar a fimose para agasalhar e desagasalhar a glande.

  • Leia Tarde demais para pedir bom senso. Clica AQUI.

Deixe seu comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: