Utilidade pública: Saiba como tocar aquela bronha sem destruir os neurônios


A recente revelação, feita por cientistas do Canal Terça Livre, segundo a qual a masturbação, também conhecida por onanismo, bronha ou até mesmo punheta, destrói os neurônios, tem deixado adolescentes de todas as idades em pânico em todo o país.

Pensando nisso, pesquisadores do Departamento de Punhetologia da Universidade Federal de Lapão Roliço desenvolveram um estudo para que os praticantes de tal arte possam continuar suas atividades sem ficarem completamente retardados.

Voluntário no experimento desenvolvido por tal instituição de ensino, o adolescente Sadan Cauã, de 34 anos, afirma que costuma “morrer na mão” ao menos duas vezes por dia.

Quando eu soube que a prática destruía os neurônios, fiquei com medo, porque se for verdade, não devo ter mais nem meia dúzia”, explica o jovem.

Ele revela também que, mesmo após descobrir os efeitos colaterais do onanismo, não consegue parar de praticá-lo.

É compulsivo o negócio”, revela.

Graças aos estudos desenvolvidos na âmbito da pesquisa científica sobre o tema, Sadan Cauã não precisou se abster da prática e, ao contrário, tem até sido mais assíduo em descabelar o palhaço.

A solução que encontramos para ele foi praticar a arte punhetística nos outros. Assim ele mantém intactos seus neurônios”, diz o coordenador do estudo.

 

* Leia o livro “O Lula tá preso, babaca”, de Joselito Müller.

Livro físico AQUI.

E-book para Kindle AQUI.

Deixe seu comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: