Bolsonaro é acusado de nepotismo por indicar Thammy para ministério da TRANSparência


Mais uma indicação para o ministério do futuro governo Bolsonaro se torna polêmica.

Dessa vez, o presidente eleito foi acusado de nepotismo por nomear Thammy Miranda para o ministério da TRANSParência.

A pasta, que cuida de assuntos relacionados aos transexuais, nunca tinha sido ocupada por um homem que nasceu mulher.

É mais uma prova de que não sou machista, indicar uma mulher, que se tornou homem, para ocupar esse importante ministério”, declarou Bolsonaro.

Adversários do presidente eleito o acusaram de nepotismo por causa da indicação, mas depois ficou esclarecido que, na verdade, eles haviam confundido Thammy com Carlos, filho de Jair.

* Leia o livro ,”O Lula tá preso, babaca“, de Joselito Müller.

Deixe seu comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: