Justiça do Trabalho determina que 30% dos índios mantenham suas atividades, em obediência à lei de greve


BRASÍLIA – o Tribunal Superior do Trabalho determinou, por meio de acórdão proferido na sessão de hoje, que, no mínimo, 30% dos indígenas brasileiros não poderão aderir à greve marcada para acontecer no próximo dia 28.

A lei de greve determina que, em caso de greves, deve ser mantido, no mínimo, 30% dos funcionários em atividade. No presente caso, uma eventual adesão de 100% dos índios à greve traria enormes prejuízos ao país”, declarou o relator da ação.

O Sindicato dos Índios do Brasil – SINDIND emitiu nota, na qual declarou que “a decisão da justiça tem indisfarçável intenção de desmobilizar a mobilização”.

Os advogados da entidade afirmaram que irão recorrer da decisão.

6 thoughts on “Justiça do Trabalho determina que 30% dos índios mantenham suas atividades, em obediência à lei de greve

Add yours

  1. Obrigado pela ideia caríssimo senho Nelson, vou correr e criar o SII, Sindicato dos índios Independentes, cobrar um percentual pela extração de madeira e outras plantações que não vem ao caso

    Gostar

Deixe seu comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: