Curiosidade: Entenda como funcionavam os cabarés estatais na antiga União Soviética


MOSCOU- O ocidente foi acometido por grande curiosidade sobre os países da chamada cortina de ferro após a dissolução da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, dos quais se sabia apenas o que era divulgado pela imprensa comandada pelos partidos comunistas.

Uma das coisas mais inusitadas, que até hoje foi pouco divulgada, é a complexa engrenagem que movia os puteiros estatais no mundo comunista, que faziam parte dos planos de Josef Stalin para vencer a guerra fria.

Como todos sabem, na União Soviética não era permitida a propriedade privada. Como ninguém era autorizado a empreender, os puteiros entraram na clandestinidade após 1924, quando o líder soviético Vladimir Ilich Ulianov, o Lênin, faleceu.

Stalin passou a perseguir os pequenos proprietários, a quem chamava pejorativamente de “pequeno-burgueses”, o que acabou contribuindo para a extinção dos bordéis em toda a Rússia e países satélites.

No ano de 1932, quando ocorreu o famoso congresso do Partido Comunista da União Soviética na cidade de Karalhovski, uma ala do partido propôs a criação de puteiros estatais, sob o argumento de que “dar uma pimbada de vez em quando faz bem para o proletariado”.

Após três dias de ferrenhos debates, venceu a proposta dos Bolcheviques ortodoxos, que argumentava que a inexistência de puteiros na pátria soviética estava aumentando consideravelmente o número de punheteiros, o que findava por abalar a produção no país, já que, conforme acreditava-se na época, praticar com frequência o “cinco contra um” pode enfraquecer o cidadão.

Os puteiros estatais foram montados mediante uma grande campanha de recrutamento, na qual as candidatas eram escolhidas de acordo com seus atributos físicos e fidelidade ao Partido.

Hitler, na ocasião em que foi assinado o tratado de não agressão, chamado “Pacto Ribentrop-Molotov”, chegou a visitar um dos estabelecimentos.

Fiquei encantado, sobretudo pelo uso de tecnologia de ponta nos lugares, onde tem até luz neon e gelo seco”, disse Hitler em artigo publicado no jornal do Partido Nacional Socialista.

Pouco tempo após a inauguração dos estabelecimentos, no entanto, quase todos foram fechados, havendo o Ministério da Libido Proletária feito um levantamento dos motivos que levaram os levaram ao fracasso.

Josef Stalin chegou a determinar que a KGB investigasse se as meretrizes estariam roubando o apurado com os programas – já que elas não podiam ficar com o dinheiro, já que eram servidoras públicas que recebiam uma remuneração fixa – mas acabou descobrindo que todas elas, sem exceção, eram quadros de confiança do Comitê Central do Partido.

Em informe remetido ao Bureau Político do Comissariado do Povo, em 23 de janeiro de 1934, o Camarada Rufianovsk declarou que era impossível que as meretrizes estivessem roubando dinheiro, pois todas eras de confiança e a mais nova entre elas tinha, no mínimo, quarenta anos de militância partidária.

4 thoughts on “Curiosidade: Entenda como funcionavam os cabarés estatais na antiga União Soviética

Add yours

Deixe uma Resposta para Beto Ayres Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: