Viciado compra crack falsificado e processa traficante


Uma ocorrência pouco comum chamou a atenção dos agentes do 1734º Distrito Policial de Lapão Roliço na manhã de hoje.

Um viciado, que não teve a identidade revelada, compareceu à delegacia para se queixar da qualidade do crack que acabara de comprar junto a uma conceituada boca de fumo das imediações.

“Fumei a pedra, mas não fez efeito”, se queixou a vítima.

O delegado titular da delegacia instaurou procedimento, chegando a intimar o traficante para que prestasse esclarecimentos.

Ambos os envolvidos foram liberados logo após serem ouvidos.

“Essa situação envolve direitos do consumidor, então orientei o comprador a procurar o PROCON”, informou o delegado à nossa reportagem.

A vítima, no entanto, acionou um advogado que, por sua vez, realizou notícia crime ao Ministério Público, alegando que a conduta do traficante se enquadra no crime de estelionato, que consiste em auferir vantagem indevida induzindo alguém a erro.

Deixe seu comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: