Revoltado com governo Macri, petista vai para a Argentina bater carteiras


Insatisfeito com as medidas neo-liberais que o governo de Maurício Macri tem adotado na Argentina, o petista André Roberto Alliana (nas fotos acompanhado com outros meliantes), que foi coordenador da campanha da senadora Gleisi Hoffman, decidiu tomar uma atitude radical para, segundo ele, desestabilizar a economia do país vizinho.

André, seguindo o exemplo de vários dirigentes de seu partido, enveredou pelo mundo do crime e foi preso na semana passada batendo carteiras na cidade de Puerto Iguazú.

O petista é suspeito de ter assaltado dezenas de mulheres.

Em sua defesa, ele disse que “apenas inventei um método mais criativo para pedir propina e fui mal interpretado”.

Ele disse também que tomou a decisão de ir assaltar mulheres no país vizinho “em protesto contra as medidas neo-liberais do governo do direitista Macri, posi achava que fazendo isso era possível desestabilizar a economia do país”.

Até o presente momento Gleisi Hoffmann, ferrenha defensora dos direitos da mulheres, não se manifestou sobre o caso.

Deixe seu comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: