Defensor do desarmamento é assaltado à mão armada quando saía de ato pela paz


O ativista de direitos humanos, meio ambiente e conhecido defensor do desarmamento civil, Dionísio Diógenes Hermógenes Hermes, foi assaltado à mão armada na manhã de hoje quando saía de um ato em defesa do desarmamento.

“Estacionei meu carro longe do local do ato, porque não encontrei vaga. Quando vinha voltando, o cara apontou uma arma e anunciou o assalto”, afirma.

Ele explica que tentou argumentar com o meliante, mas foi em vão.

“Eu disse para ele: ‘olha aqui, cara, essa minha camisa branca com a pomba da paz significa que sou a favor do desarmamento. Você está cometendo um erro ao portar essa arma aí. As armas matam muitas pessoas todos os dias”, pondera.

“Ele respondeu que compreendia meu lado, mas não podia fazer nada, pois estava só trabalhando”, revela o ativista.

Ele contou à nossa reportagem que no momento do assalto dois policiais passavam pelo local.

“Quando notei que os policiais iam reagir, gritei logo: ‘não, cara, não reaja não. Nunca se deve reagir a assaltos. Além do mais, sou contra o porte de armas por policiais”.

Dionísio Diógenes afirma que não prestou queixa na delegacia, e que o ato “serviu como incentivo à minha militância. Se todos os ladrões do mundo se convencerem que portar arma de fogo é errado, não vai mais existir assaltos”, explica.

Deixe seu comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: