97% dos que apoiam a proibição do sal defendem a legalização da maconha


Vitória – Em pesquisa recente sobre alimentação e saúde, o sal foi apontado como um dos vilões, a frente até de cigarros, amianto e maconha.

A pesquisa foi encomendada pelo Ministério da Saúde, em conjunto com o DataFalha, empresa pertencente ao grupo Falha de SP.

“O Sal mata tanto quanto as armas, e queremos assim tentar diminuir o número de mortes no Brasil por ingestão de sal. Em 2014 foram 68 milhões mortos em todo o país, queremos com essa campanha que o número chegue a zero”, diz a secretaria de assuntos nutricionais do Palácio do Planalto Olivia Niltonjon.

Segundo as estatísticas, o sal nas mesas de restaurantes foi também considerado culpado pela inflação e pelo desemprego. O sal será permitido caso o cliente faça uma reserva no restaurante com 24h de antecedência, e o sal não será permitido nas mesas.

“Esperamos que isso aumente o número de empregos, uma vez que os garços terão que ficar indo e voltando com saleiros pelo restaurante”, diz um especialista do Sindicato dos Garçons filiado a CUT.

O Datafalha rebaeu algumas acusações sobre manipulação dos resultados das pesquisas e se declarou independente, mesmo depois de ter recebido 132 trilhões de dólars em suas contas secretas na Suíça.

Deixe seu comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: