Servente de pedreiro declara ser gay para poder frequentar o banheiro feminino


BRASÍLIA – Após aprovação da resolução que determina que escolas públicas e particulares assegurem o uso de banheiros “de acordo com a identidade de gênero”, muito se tem discutido a respeito, sem que a medida tenha sido recebida de forma consensual.

Situação inusitada foi vista na manhã de hoje na Escola Municipal Doutor Belzebu, na qual o servente de pedreiro conhecido pelo nome de Gonçalo se matriculou no supletivo.

O incomum da situação é que Gonçalo, que exerce a profissão de servente de pedreiro a mais de vinte anos, declarou no formulário de matrícula que é gay, e por isso reivindica o direito de frequentar o banheiro feminino.

“Fiquei sabendo dessa resolução dos banheiros, mas não foi por isso que vim me matricular”, se justifica, “eu já tava planejando fazer um supletivo para acabar meus estudos, isso que tão dizendo, que me matriculei só pra poder frequentar o banheiro das mulher é mentira”, declarou em alusão às suspeitas da direção da escola de que Gonçalo não quer estudar, mas sim, brechar as colegas enquanto as mesmas fazem suas necessidades fisiológicas.

“Pra que eu vou querer brechar mulher, se sou o maior gayzão?”, questiona Gonçalo, apontando a mão calejada em direção ao escudo do Flamengo em sua rota camisa falsificada.

“Vou até virar São-paulino pra provar que virei viado”, radicaliza.

Gonçalo, que é pai de oito filhos com cinco mulheres diferentes, diz que virou homossexual recentemente, pois “comecei a gostar de ouvir Jorge Vercilo e todo dia assisto a novela”.

O impasse não foi solucionado até o presente momento, e Gonçalo ameaça impetrar um Mandado de Segurança para assegurar seu direito de frequentar o banheiro feminino.

“Mijar e cagar são direitos fundamentais assegurados pela Constituição”, afirma.

A direção da escola avalia a possibilidade de submeter Gonçalo ao “exame da goma” ou ao “teste da catraca” para aferir a quantidade de pregas que ele possui, e caso todas já estejam extintas, ele passará a ser considerado oficialmente homossexual.

One thought on “Servente de pedreiro declara ser gay para poder frequentar o banheiro feminino

Add yours

Deixe seu comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: