Estudantes querem cotas nas universidades para alunos que tirarem as maiores notas no ENEM


Estudantes querem ao menos 1% das vagasUm abaixo assinado com mais de trezentos milhões de assinaturas foi entregue hoje no protocolo do Ministério da Educação reivindicando cotas nas universidades para estudantes que tirarem melhores notas no Exame Nacional do Ensino Médio.
Segundo os organizadores do abaixo assinado, “A medida é necessária porque com essa política de cotas pra todo mundo, tá faltando vagas pra quem tira notas boas”.
Ainda segundo os organizadores, o objetivo é consegui que ao menos 1% das vagas na universidades sejam destinadas a quem tirar notas boas, “o restante pode ficar para contemplar o pessoal das cotas”.
O ministro da educação, Aloizio Mercadante, disse que a proposta é interessante e vai pensar no caso.

22 thoughts on “Estudantes querem cotas nas universidades para alunos que tirarem as maiores notas no ENEM

Add yours

  1. Joselito,
    Pois eu acho que essa proposta não deve ser levada em consideração, por ser altamente elitista e traduzir um preconceito burguês inaceitável contra os seres humanos menos favorecidos pela inteligência (tipo lullalau e maria-do-terço).
    O avaaz deveria fazer uma consulta pública manipulada, para saber o que a população progressita acha dessa idéia de jerico.

    Gostar

    1. Discordo, acho que o avaaz deve fazer uma consulta apenas com os blogueiros progressistas, pois há muitas pessoas que se julgam progressistas, mas que no final das contas usam carro particular, telefone particular e roupas privadas (que servem para ostentação)

      Gostar

  2. por falar em cotas, vi hoje na TV que estão criando cotas para preenchimento do Congresso Nacional. o eleitor deverá votar duas vezes, uma em uma lista normal e outra com os candidatos negros. Será que nesta segunda lista poderá votar em branco?

    Gostar

  3. Joselito,
    O congresso deveria criar uma cota para preenchimento exclusivo por deputados e senadores HONESTOS.
    Será que pegava?
    Será que haveria candidatos habilitados?

    Gostar

    1. Totalmente absurda sua proposta. Você não sabe que as cotas devem servir para compensar um desbalanço injusto na configuração social de um país? Pois, a maior parte das pessoas que recebem reconhecimento da sociedade por serem trabalhadoras e honradas são honestas, fazendo com que só por serem honestas as pessoas sejam beneficiadas socialmente. Nesse sentido, é importantíssimo que se criem cotas para pessoas desonestas, não só no congresso, mas em qualquer profissão. Afinal, você nunca viu aqueles elitistas nojentos da classe média julgando o trabalho de um pedreiro, por exemplo, por sua honestidade? “Cumpadi, não contrata aquele pedreiro José de Souza não, o cara é pilantra, atrasa a obra, cobra caro e ainda rouba os materiais de construção”. Esse tipo de discurso é muito odioso.

      Gostar

  4. Visando a diversidade de gêneros na universidade, também tramita projeto de lei que cria cotas para o rock, blues, chorinho, salsa e mambo. Para que esses gêneros, assim como o sertanejo, também virem universitários.

    Gostar

      1. Geraldo, e quanto ao funk? Não inclui-lo por quê? Uma das joias do cancioneiro popular, uma manifestação incensada pelos maiores pensadores/filósofos deste país. Vi por diversas vezes o Caetano VeLLoso, ChiCCo Buarque, WagNNer Moura, além da Marilena CHHauí cantarolando esse gênero (ela deve ter um livro, financiado pelo Governo Federal, e obrigatório para estudos, tratando do tema). Como disse nossa magistral Ministra da Cultura, Martha SupLLicy, em momento pensador/filosófico: Relaxa e Gosa!

        Gostar

  5. Como protetor, penso que deveria haver cotas para animais nas universidades, tenho um cachorro que foi jogado na rua ainda muito pequeno, passou o pão que o diabo amassou, não teve chance de se adequar a nossa sociedade por culpa dessa sociedade que não valoriza os animais, pelo menos os de quatro patas, cotas já para animais de rua!

    Gostar

    1. Por falar nisso, daqui a pouco vão assinar uma petição para que o fabricante desta bebida seja obrigado a seguir o politicamente correto e mude o nome do whisky para Afrodescendant & White.

      Gostar

  6. Qual a origem da qualidade nas universidades públicas?

    O principal insumo são os alunos, que antes das cotas eram oriundos de escolas particulares, em sua maioria.

    Ou seja, a origem da qualidade do ensino universitário público está nas escolas particulares.

    As cotas vão acabar com a qualidade das universidades públicas, o que levará os alunos das boas escolas particulares a migrar para as universidades particulares de boa qualidade, que não terão vagas suficientes.

    Este excedente de bons alunos vai gerar um nicho de mercado a ser explorado pelas outras universidades particulares, que passarão a buscar uma melhor qualidade de ensino.

    Concluindo, apesar de ser contra essas cotas que discriminam os melhores alunos, acho que no fim das contas, no longo prazo, teremos os melhores alunos e professores em boas universidades particulares.

    Isto diminuirá o desperdício de bons alunos frequentando aulas sensaboronas e laboratórios ruins. Onde a única opção é ser autodidata.

    Isto diminuirá, também, o desperdício de bons professores que entram num ambiente de acomodação estatutária, onde não existe o menor estímulo para dar aulas de qualidade, e onde estar na média não exige quase nenhum esforço.

    Gostar

Deixe seu comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: